Ínfimo

O brilho ínfimo lhe guia a distância.
Leve brisa sussurra o segredo.
Corujas observam o bem despertar
Viva este breve conto comigo

Se achegue em silêncio a meus lábios
Me abrace, me abrace e devolva me a mim.
Revogue a alegria em meus olhos.
Viva este conto comigo

Seguirei além dos céus em seus sonhos.
Acordarei de seus sonhos nos meus
Nesta noite de volta
Viva este conto comigo.:

Viva este conto comigo
Até não sermos mais nós.
Viva este conto comigo
Enquanto estamos pra nós.

Respeite o canto dos anjos
Viva este conto comigo

Anúncios
Published in: Sem categoria on 20 dezembro 2012 at 16:14  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://cirial.wordpress.com/2012/12/20/infimo/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: