Enquanto você ri

“Aguardo o proximo amanhecer
Relendo seus poemas
Suas palavras incertas
Vegonha alheia me aflinge
enquanto você ri.

Suas farsas tão antigas
promessas de noite
lembranças de dia
Raiva inerente renasce
… dentro de mim.

Partindo desta noite sã
aguardo a luz sobre seus versos
mas temo encontrar suas armas
e usa-las contra o mundo
enquanto você ri.”

Anúncios
Published in: Sem categoria on 3 dezembro 2012 at 17:08  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://cirial.wordpress.com/2012/12/03/enquanto-voce-ri/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: