Malícia

Estou calado entre suas frases.
Parado entre seus passos.
Reagindo a suas preces.
Observo o que não mostra.
Sua idéia é meu refúgio.
Te domino a me submeter
e não percebes que o sentido
eu escolhi.
Agride meu pensar com palavras
que inventei.
Meu ditado é tua fala de injúrias
contra mim (supostamente)
Esconde-se quando quero liberdade
acreditando estar mentindo.
Ponho a prova minha ambição
te fazendo ser cruel ao meu querer.
Choro ao ver minha obra prima
Seu amor como ódio a me bater.

Anúncios
Published in: on 21 maio 2012 at 16:32  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://cirial.wordpress.com/2012/05/21/malicia/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: